top of page

Qual o meu caminho? Estou no caminho certo?


Qual o meu caminho?

Eu me fiz essas perguntas muitas vezes...

Achava-me criativa, gostava de escrever, me descobri poetisa e sabia falar de sentimentos. O mundo das ideias me fascinava, as cores, formas, palavras de impacto.

A adolescência é um borbulhão de quereres... Nos perdemos em nós mesmos e nas ideias e pensamentos que nos são mostradas. Somos nós mesmos ou somos um amontoado de pensamentos ditos? Somos obrigados a fazer uma escolha no momento em que ainda nem sabemos muito bem quem somos. A escolha profissional.

Temos muito o que descobrir sobre nós mesmos, a jornada apenas começa quando abrimos os olhos e começamos a questionar. A nossa educação ainda é muito retrógrada, recebemos um monte de obrigações e poucos são os que desenvolvem os seus dons. Aliás, você sabe quais são os seus? Sim, porque todos temos qualidades e pontos fortes, porque não dizer, dons.

Eu descobri alguns dons na adolescência e conforme fui me aventurando por caminhos diferentes, descobri que eu poderia fazer coisas que nem imaginava. Eu me aventurei pelo mundo do invisível, pelo caminho da espiritualidade, por causa de uma experiência da adolescência. Com 13 anos tive a visão de um anjo, ele apareceu pra mim com muita luz e um arco íris de fundo, algo que nunca esqueci, era muita luz na parede da minha sala. Aquela visão me espantou, tremi, chorei e não soube o que fazer. Na época tinha formação católica e não tinha conhecimento nenhum da espiritualidade. Mas essa experiência ficou marcada, foi o inicio de um caminho.

Fui em busca de respostas, li muita coisa e a minha curiosidade me levou de Seicho-no-ie a Wicca. Mas o tempo passou, fiz minha escolha profissional e escolhi a Publicidade e Propaganda. Eu “pensei” que esse era o meu caminho, apenas pensei. Tinha muitas dúvidas, porque os meus interesses de leitura eram outros. Continuei os meus estudos paralelamente, passei por iniciações espirituais e os meus olhos se abriram para um Universo muito grande, então entendi que era esse o caminho que eu amava.

A gente tem certeza que está no caminho certo quando ama!

Se os seus olhos brilham quando você fala sobre o assunto e você quer saber tudo sobre, literalmente, engole livros e cursos sobre o assunto, esse é o seu caminho, ou melhor, a direção certa.

Li um texto essa semana que dizia;

“E como saber se nosso rumo é um passo seguro para frente ou uma repetição de passos no mesmo lugar?

A resposta está no amor. Quando amamos o que fazemos, quando sabemos que isso acontece porque fazemos o que viemos aqui para fazer, quando temos a certeza mesmo sem saber pruquê daquilo, isso é nossa salvação, nosso destino.

Se ainda não consegue sentir isso, fio, busque amparo.” (Fala, Preto Velho. Estou no Caminho certo?, pelo espirito Pai João de Angola)

Estou no caminho certo?

Eu mudei a minha profissão, hoje sou terapeuta holística. Estou iniciando esse caminho, não me importa os obstáculos que virão, sei que estou na direção certa.

Aprendi que devemos abrir os nossos olhos para o “sentir” e aprender a ler os avisos do Universo. Sabe aquele livro que chega na sua mão sem razão nenhuma? Aquela pessoa que você encontra no ponto de ônibus e te leva para uma conversa inesperada? São os avisos do Universo, ele fala com você o tempo todo, em pensamentos que chegam na sua mente e sentimentos que vem e vão e às vezes você nem percebe.

Busque o que você ama, o que faz o seu coração tremer de alegria!

Pode ser que você goste de muitas coisas! Não tem problema, mas se aventure! Saia do seu lugar comum e se descubra, a vida é uma aventura a ser descoberta e os caminhos são muitos.

Beijo no coração,

Julle

 

25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page